Taxa variável e sua aplicação na agricultura

taxa variável

Compartilhe

Aumentar a eficiência e reduzir os desperdícios e prejuízos — essa é a uma das principais ambições de qualquer empreendedor, independentemente do ramo de atuação. Mas essa é uma meta que pode ser gradativamente alcançada por meio da aplicação de insumos em taxa variável.

Essa técnica, associada a ferramentas tecnológicas, é mais uma revolução do segmento. Isso porque, tendo em vista que a demanda por alimentos é gradativamente maior, o setor precisa suprir essa necessidade sem perder a qualidade.

Por isso, vamos ver neste post o que é a taxa variável na agricultura e quais são as vantagens (e aplicações) dessa técnica no seu campo de plantio. Confira!

O que é a taxa variável?

Taxa variável é uma ferramenta que, quando aplicada junto aos conceitos da agricultura de precisão, permite transformar a aplicação de insumos em algo flexível. O que, por consequência, oferece a oportunidade de distribuí-los em pontos diferentes.

Dessa maneira, você consegue explorar ao máximo as características de cada variável presente no seu campo de plantio. E você otimiza, aumenta a produtividade e os resultados obtidos por conta desse trabalho personalizado.

Por exemplo: ao fazer uma análise preliminar de todo o seu campo, fica evidente que existem particularidades distintas em cada setor, como:

  • características físico-químicas;
  • tipo de topografia;
  • variações climatológicas.

Ao usar a mesma quantidade e qualidade de insumos em toda a lavoura, você não vai obter o mesmo resultado em todos os setores. Pois, como vimos, eles reagem de maneiras distintas.

Então, conhecer as grandes soluções tecnológicas atuais faz com que você explore todos os diferenciais da sua área de plantio e ainda produza mais — e melhor — continuamente.

Conte com a Arys Tecnologia para ajudar na agricultura de precisão em sua fazenda, clique aqui e saiba mais!

A aplicação da taxa variável na agricultura

Como destacamos, essa ferramenta da agricultura de precisão traz, justamente, melhor direcionamento às suas atividades de aplicação de insumos de forma variável.

quais as vantagens da aplicação a taxa de variável

Até por isso, você deve já imaginar que essa prática é igualmente versátil, podendo ser trabalhada em diferentes trabalhos no campo. Confira, a seguir, alguns exemplos:

  • variação de taxas de plantio;
  • aplicação de fertilizantes;
  • análise e execução de corretivos de solo;
  • uso de defensivos agrícolas;
  • aplicação de herbicidas;
  • utilização de dissecantes ou mesmo de reguladores de crescimento. 

E para todas as atividades mencionadas acima, a aplicação da taxa variável se faz fundamental quando existem disparidades ao longo do seu campo. O que vai ajudar a fortalecer a colheita de maneira individualizada, a princípio, para depois garantir um reforço à sua qualidade de modo coletivo.

Mas não pense que a taxa variável na agricultura é algo tão recente assim. O seu uso tecnológico e associado à agricultura de precisão, sim, mas métodos similares já vêm sendo exercitados desde meados da década de 1980.

No entanto, as máquinas agrícolas variavam a velocidade de deslocamento em situações nas quais a a vazão de saída era constante. O que fazia com que a quantidade distribuída do produto também variasse.

Mesmo assim, dá para ter uma noção aproximada do quanto o método era falível. Afinal de contas, não agregava total precisão com relação às necessidades de cada área do campo.

Com soluções digitais — como o mapeamento aéreo e tecnologias de GPS, entre outras — ao seu alcance, contudo, essas informações são muito mais precisas, oferecendo um potencial de precisão e eficácia ainda maior.

Dicas para o uso da taxa variável em sementes

Para você que acabou de descobrir o que é a taxa variável na agricultura — ou que já conhecia, mas pouco sabia a respeito da sua aplicação —, recomendamos a leitura das dicas a seguir.

Por meio delas, fica um pouco mais evidente as vantagens da taxa variável, seja na fertilidade do solo ou na semeadura por meio dessa técnica e ferramenta.

Densidade da semeadura

Fique de olho na densidade da semeadura durante a etapa de preparo do de plantio.

Afinal, é esse detalhe que pode impactar positiva ou negativamente na incidência de pragas e, até mesmo, na eficácia dos defensivos despejados por meio da pulverização.

Pois a distância das plantas por talhão ou hectare tende a criar um encurtamento das entre linhas. Se muito fechadas, pode proporcionar mais riscos à área em questão.

E o que também vai impactar, posteriormente, na qualidade da sua safra como um todo.

Da mesma maneira, se um talhão tem mais capacidade de fertilidade, você deve focar uma quantidade maior de sementes naquela região. Diferentemente, por exemplo, dos setores que são considerados menos férteis ou “pobres” para semear.

Espaçamento entre linhas

Como destacamos acima, o espaçamento entre linhas é uma parte importante para o uso da taxa variável. Com ela, você consegue evitar dois problemas, que são as plantas duplas (ocupando o mesmo espaço) ou a situação acima mencionada do espaçamento reduzido. 

E isso atrai problemas, como pragas e a consequente ineficácia da aplicação de defensivos.

Sem falar que outros aspectos são afetados a partir da disposição das sementes na área de plantio, como:

  • cuidado e tratamento contra pragas;
  • defesa contra o surgimento e a proliferação de plantas daninhas;
  • utilização de água e a aplicação de nutrientes;
  • incidência de luz;
  • nível de produtividade;
  • qualidade dos grãos no momento da colheita.

Também vale sempre levar em consideração as condições climáticas da sua região e nas determinadas épocas do ano. Tudo isso, para adaptar-se continuamente às melhores práticas dentro de cada situação possível ao longo do ano. 

Ambientes de produção

Faça uma análise completa do seu campo. Afinal, como já reforçamos, esse é um processo fundamental para diagnosticar o comportamento de cada setor da sua área de plantio.

Ao compreender todas as características de cada setor, você aprende a manusear com eficácia cada um deles. Diferentemente de criar uma aplicação homogênea em todo o campo e torcer para obter uma média aceitável de produtividade e colheita.

taxa variável plantadeira

Por sua vez, após esse trabalho analítico, você pode imaginar que a sua taxa de produtividade média vai crescer, bem como os resultados. Pois você vai trabalhar de acordo com as especificidades de todo o campo, nos menores detalhes.

E sabe por que mais isso é relevante e benéfico? Porque otimiza o uso de recursos conforme as necessidades de cada área do campo — você desperdiça menos e colhe mais.

Maquinário

No que diz respeito ao uso do seu maquinário agrícola, a taxa variável faz parte elementar por conta do alinhamento com cada necessidade dos setores da sua área de plantio.

Lembra-se que falamos dos métodos usados anteriormente, em que a velocidade do maquinário era o grande diferencial para a aplicação da taxa variável? Pois, aqui, a situação é similar.

Acontece que a diferença está no apoio tecnológico para tornar esse processo ainda mais autônomo, automatizado e eficiente possível. Pois existem softwares, por exemplo, capazes de gerar mapas em tempo real para auxiliar a aplicação dos insumos desejados.

Essas mesmas ferramentas salvam históricos de suas atividades. O que visa facilitar as atividades posteriores em igual proporção, permitindo mais agilidade em planejamento e execução para obter os mesmos resultados positivos.

Vantagens da taxa variável na agricultura

As vantagens se acumulam e são igualmente versáteis na sua rotina. Isso porque, como vimos, a taxa variável é um meio de agregar total personalização e flexibilidade às diversas atividades que envolvem o plantio e a aplicação de defensivos.

Dessa forma, já falamos brevemente sobre quais benefícios são colhidos junto com a sua safra. Mas vale reforçá-los de maneira pontual para que não restem dúvidas sobre as vantagens da taxa variável na agricultura. Confira, a seguir!

Evita desperdícios

Por meio dessa possibilidade singular de aplicar seus insumos a uma taxa variável, o desperdício é menor. Pois você passa a utilizá-los conforme as necessidades de cada setor da sua área de plantio. 

E menos desperdícios também significa uma margem maior de colheita e de resultados positivos (traduzindo-se, também, em menos prejuízos na sua rotina produtiva).

Aumenta a eficiência

A partir da determinação precisa de quantos insumos serão necessários para cada aplicação — isso antes mesmo de levar o maquinário e o equipamento ao campo —, você otimiza o seu trabalho. Gera eficiência, que permite um trabalho de resultado em uma quantidade menor de tempo e de outros recursos (como esses insumos).

O que também valoriza a sua rotina, prevenindo-a contra problemas como a escassez de produtos durante a aplicação (que se traduz em um tempo maior de parada dos trabalhadores e das máquinas).

Você passa a ter mais controle e segurança sobre o que acontece na lavoura, e tudo porque um trabalho analítico com precisão foi adotado nas etapas anteriores do processo.

Aumenta a produtividade

Como resultado dos benefícios anteriores da aplicação da taxa variável, você já deve ter deduzido (corretamente) que a sua empresa passa a conviver com o aumento da produtividade.

E, como já adiantamos, isso também ocorre sem que você tenha feito um grande investimento em mão de obra, por exemplo. É o resultado imediato de trabalhar com os insumos e o seu tempo de trabalho de maneira otimizada.

qual a importância do uso de taxas variáveis na agricultura

Reduz impactos ambientais

Impactos ambientais também são menores por meio do uso da taxa variável aplicada na agricultura. Pois a quantidade aplicada gera mais eficiência e menos desperdícios.

Além disso, a agricultura de precisão levanta dados valiosos sobre as características de cada partezinha da sua área de plantio. Isso só valoriza o planejamento exato para garantir menos desperdícios, prejuízos e impactos nocivos ao meio ambiente.

Qual a importância do uso de taxas variáveis na agricultura?

Como deve ter ficado claro, até aqui, o uso da taxa variável faz com que você aprenda a explorar cada característica da sua lavoura ao máximo.

Ou seja: você direciona os insumos necessários para cada atividade sem que desperdícios, atividades ineficientes ou mesmo prejuízos ocorram no dia a dia. Afinal, você já conhece tudo sobre o campo e já compreendeu como lidar com cada uma dessas particularidades.

Dessa maneira, você também começa a lidar com a lavoura de modos específicos, em cada setor, assim como você lida com pessoas que têm necessidades e objetivos distintos.

Com a taxa variável, você e toda a sua equipe podem extrair o melhor possível de cada pedaço de terra, e oferecer as melhores condições para o plantio das sementes.

Taxa variável e a economia na utilização de insumos

Deve ter dado para perceber que o seu trabalho é otimizado com o auxílio da aplicação da taxa variável na sua lavoura, certo?

Afinal, vimos que por meio dela a sua atividade ganha em precisão, otimização e economia (de tempo e recursos), promovendo — paralelamente — a sua produtividade.

o que é taxa variável na agricultura

Então, vale a pena ficar de olho nas tendências e técnicas que valorizam o seu trabalho e colocam a sua atividade em alinhamento com o desenvolvimento do setor.

Por isso, conte com a Arys Tecnologia para ajudar na agricultura de precisão em sua fazenda, clique aqui e saiba mais!

Conclusão

Vimos, ao longo deste conteúdo, o que é a taxa variável na agricultura. Por meio dos tópicos explicamos que esse processo é aliado ao conceito de agricultura da precisão, e que é um valioso aliado para conferir eficiência à lavoura.

Isso porque, o processo começa com uma análise detalhada de todas as características de sua área de plantio. Cada detalhe e particularidade são analisados, para que posteriormente sejam definidas as melhores abordagens diante dessas especificidades.

E como conseguimos observar, isso tende a agregar mais eficiência e produtividade à rotina, sem falar na otimização de todo o trabalho, reduzindo perdas, prejuízos e também os impactos ambientais que podem ocorrer por conta do planejamento impreciso.

Junte se a nós!

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades da ARYS.

Veja mais:

taxa variável
Sem categoria

Taxa variável e sua aplicação na agricultura

Aumentar a eficiência e reduzir os desperdícios e prejuízos — essa é a uma das principais ambições de qualquer empreendedor, independentemente do ramo de atuação.

MENU

%d bloggers like this: